Pesquisar na revista

» busca avancada
Página inicial
Editorial Artigos Autores Volume 12 - n° 2 Volume 12 - n° 1 Volume 11 - n° 2 Volume 11 - n° 1 Volume 10 - n° 2 Volume 10 - n° 1 Volume 9 - n° 2 Volume 9 - n° 1 Volume 8 - n° 2 Volume 8 - n° 1 Volume 7 - n° 2 Volume 7 - n° 1 Volume 6 - n° 1 Volume 5 - n° 1 Volume 4 - n° 1 Volume 3 - n° 2 Volume 3 - n° 1
Usuários Cadastrados
CPF:
Senha:
» lembrete

ANÁLISE ESTRATÉGICA DO AMBIENTE COMPETITIVO DAS ORGANIZAÇÕES SUCROALCOOLEIRAS NO PERÍODO 2000-2010

THE COMPETITIVE ENVIRONMENT STRATEGIC ANALYSIS OF SUGARETHANOL ORGANIZATIONS DURING 2000-2010
Cláudia Fabiana Gohr, Luciano Costa Santos, Fernanda Damasceno Santos, Marciano Furukava

Baixar artigo na íntegra:   baixar arquivo PDF arquivo PDF
baixar arquivo ZIP arquivo ZIP

RESUMO: Este artigo tem como principal objetivo analisar a evolução das forças do ambiente competitivo das organizações sucroalcooleiras do Brasil no período referente aos anos entre 2000 a 2010. Como abordagem de análise foi adotada a estrutura conceitual das cinco forças competitivas propostas por Porter. O ambiente competitivo é uma variável de extrema importância para as organizações, sendo foco de pesquisa tanto para acadêmicos como para gestores. Em relação à dimensão temporal, a pesquisa seguiu a lógica de um estudo longitudinal que identifica as transformações ocorridas em longo prazo. Para a coleta de dados, a pesquisa utilizou dois procedimentos básicos: pesquisa bibliográfica e análise documental. Por meio da pesquisa foi possível constatar que o ambiente competitivo das organizações sucroalcooleiras evoluiu, mesmo passando por algumas crises. O setor não deixou de crescer e atrair novos investimentos, principalmente em função: (i) do maior incentivo do governo para a produção do setor sucroalcooleiro; (ii) das questões ambientais; e, (iii) da demanda proveniente da frota de veículos flexfuel.
ABSTRACT: This article aimed to analyzes the evolution of the competitive environment forces of the Brazilian sugar-ethanol organizations during the years 2000 to 2010. The approach adopted is the conceptual framework of the five competitive forces proposed by Porter. The competitive environment is an important variable to organizations remaining as a research focus for both academics and managers. Regarding the temporal dimension, the research followed the logic of a longitudinal study that identifies the changes occurring in a long term. For data collection, the research used two basic procedures: literature search and document analysis. By searching it was found that the competitive environment of sugarcane organizations evolved despite some crisis. The sector has continued to grow and attract new investment, mainly because: (i) higher government incentives for the production of sugar and ethanol, (ii) environmental issues, and (iii) demand from the flex-fuel vehicles.
PALAVRAS-CHAVE: Ambiente competitivo; Setor sucroalcooleiro; Gestão estratégica.
KEYWORDS: Competitive environment; Sugar-ethanol industry; Strategic management.

» Dados dos autores

Faculdades FACET - Revista Gestão e Conhecimento | volume 7 - número 1
Licença Creative Commons
Revista Gestão e Conhecimento da FACET Faculdades está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição- CompartilhaIgual 4.0 Internacional
.
Baseado no trabalho disponível em http://gc.facet.br/index.php.