Pesquisar na revista

» busca avancada
Página inicial
Editorial Artigos Autores Volume 12 - n° 2 Volume 12 - n° 1 Volume 11 - n° 2 Volume 11 - n° 1 Volume 10 - n° 2 Volume 10 - n° 1 Volume 9 - n° 2 Volume 9 - n° 1 Volume 8 - n° 2 Volume 8 - n° 1 Volume 7 - n° 2 Volume 7 - n° 1 Volume 6 - n° 1 Volume 5 - n° 1 Volume 4 - n° 1 Volume 3 - n° 2 Volume 3 - n° 1
Usuários Cadastrados
CPF:
Senha:
» lembrete

A PERCEPÇÃO DE PROFISSIONAIS DE GESTÃO DE PESSOAS QUANTO A INFLUÊNCIA DA CAPACIDADE DE ABSORÇÃO ENTRE UMA MULTINACIONAL E SUA SUBSIDIÁRIA

THE PERCEPTION OF HUMAN RESOURCES PROFESSIONALS ABOUT THE INFLUENCE OF ABSORPTIVE CAPACITY BETWEEN A MULTINATIONAL AND ITS SUBSIDIARY
Sidele Woehl, Zandra Balbinot, Claudia Abramczuk

Baixar artigo na íntegra:   baixar arquivo PDF arquivo PDF
baixar arquivo ZIP arquivo ZIP

RESUMO: Com a crescente globalização torna-se necessário compreender como a internacionalização de empresas ocorre em cenários diferentes, nos quais é possível presenciar diferenças culturais, administrativas e políticas, geográficas e econômicas. O objetivo deste estudo é compreender de que forma a capacidade de absorção de uma empresa minimiza os impactos das distâncias do modelo CAGE em uma empresa multinacional e sua subsidiária pela ótica de profissionais de gestão de pessoas. Utilizou-se a estrutura de distâncias CAGE, desenvolvida por Pankaj Ghemawat (2007), e a capacidade de absorção definida por Cohen e Levinthal (1990), e foi verificada através do modelo desenvolvido por Zahra e George (2002). Metodologicamente, esta pesquisa foi desenvolvida utilizando-se de estudo de caso com dados oriundos da área de gestão de pessoas. Os resultados demonstraram que há diversos aspectos que interferem no processo de internacionalização e que a capacidade de absorção pode diminuir a percepção das distâncias decorrentes desse processo.
ABSTRACT: With the increased globalization becomes necessary to understand how the company’s internalization occurs in different ways, where is possible to find cultural, administrative and political, geographical and economical distances. The objective of this study is to understand how the absorption capacity of a company can minimize the impacts of the CAGE model distances in a multinational company and its subsidiary from the perspective of human resources professionals. It was used the CAGE structure, developed by PankajGhemawat (2007) and the absorption capacity was defined by Cohen and Levinthal (1990) and was verified through the model developed by Zahra and George (2002). Methodologically this research was developed using a case study with information though HR area. The results showed that there are a lot of aspects that interfere in the internationalization process and that absorption capacity can minimize the perception of the distances.
PALAVRAS-CHAVE: Internacionalização; Capacidade de Absorção
KEYWORDS: Internationalization; Absorption Capacity; Distance.

» Dados dos autores

Faculdades FACET - Revista Gestão e Conhecimento | volume 7 - número 2
Licença Creative Commons
Revista Gestão e Conhecimento da FACET Faculdades está licenciado com uma Licença
Creative Commons - Atribuição- CompartilhaIgual 4.0 Internacional
.
Baseado no trabalho disponível em http://gc.facet.br/index.php.